Setor de franquias de alimentação apresenta crescimento de 6% em 2017

80

Individualmente, o maior segmento em faturamento e um dos mais consolidados do sistema de franchising, o segmento de alimentação apresentou um crescimento de 6% em sua receita em 2017 frente ao ano anterior. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento expandiu 3,1% em número de unidades no período.

Segundo o balanço anual realizado pela entidade, o setor de franquias cresceu 8% no ano passado, atingindo o faturamento de R$ 163,3 bilhões. Além da melhora de vários indicadores macroeconômicos, a consistente queda de juros, a baixa inflação, a leve redução da taxa de desemprego e a queda dos custos dos alimentos acabaram impactando positivamente a renda real dos consumidores. Com isso, o consumo se reaqueceu, o que se refletiu no franchising de forma geral, mas com mais ênfase nos segmentos ligados ao consumo.

Para este ano, as expectativas também são positivas, tanto para o setor de franquias quanto para o mercado de food service em geral, que deve acompanhar o reaquecimento da economia e crescer ainda mais. Nesse mercado, o nicho de culinária asiática fora do lar é expressivo, correspondendo a 6,8% de todo o segmento de Alimentação. Segundo a última avaliação da Pesquisa Setorial dea Food Service da ABF, em junho de 2017 o subsegmento de comida asiática cresceu 3,8% em faturamento.

Com mais de 25 anos de história, a tradicional rede de culinária asiática Jin Jin é um exemplo de sucesso nesse nicho de mercado. A marca, opera predominantemente em shopping centers, oferece aos clientes o formato buffet na praça de alimentação e também conta com o modelo Jin Jin Sushi, quiosque também em shoppings, hipermercados, galerias, aeroportos, etc.

A rede conta com 79 lojas em operação, em 11 estados e está em plena expansão. A expectativa é chegar ao final do ano de 2018 com crescimento de 15% tanto em unidades como em faturamento.